Fashion Stamp - Moda para os jovens
   SlidingYoutubeGallery Exception:
Expected response code 200, got 410 GDataNoLongerAvailableExceptionNo longer available

Etiqueta em redes sociais

Por: Michelle Diniz
 
 

Etiqueta em redes sociais

Usuários de redes sociais têm descuidado bastante das regras básicas de etiqueta. Essa atitude contribui negativamente para se ter sucesso nesse meio, seja no âmbito pessoal ou no profissional. Ao frequentar ativamente uma ou mais redes sociais, o usuário está deixando sua marca na internet. Porque não deixar uma marca positiva nesse novo universo?

Aqui estão algumas sugestões de bons modos on-line oferecidas por usuários veteranos em redes sociais, como Tamar Weinberg (do “Techipedia”), Guy Kawasaki (do “Alltop.com”), Chris Brogan (do “chrisbrogan.com”) e Eric Brantner (do “DigitalLabz”):

 

1. Atenção à lei do retorno Siga no mundo on-line a máxima que você certamente segue no mundo físico: aja com os outros da mesma forma como gostaria que agissem com você. Demonstrando respeito pela comunidade on-line, você estará conquistando o mesmo respeito para si.

 

2. Caia na real — Sempre que alguém achar que vai postar algo idiota, então pare antes de enviar o post. Diz Kawasaki: “As outras pessoas podem não saber que você é idiota. Mas se você postar algo assim, elas não terão mais dúvida”.

 

3. Cuidado com a foto do seu perfil — Não use a foto do seu avatar de videogame, nem logomarca de firma, nem caricatura, nem foto de si mesmo quando criança ou imagens de 20 anos atrás. Hoje em dia é tão fácil fotografar com câmera digital. Faça uma forcinha. E também, nada de imagens desfocadas, pixeladas ou com olhos vermelhos do flash. Use uma foto decente, enquadrada no rosto, permitindo ver a expressão do seu olhar. E não use uma foto que lhe faça parecer excessivamente sexy. Se você tem necessidade de mostrar o seu corpo, então redes sociais convencionais não são é o lugar recomendado.

4. Cuidado com o Caps Lock — Tal como nos emails, não solte posts COM TUDO ESCRITO EM MAIÚSCULAS. Fica parecendo que você está gritando.

 

5. Cuidado com o ego — Esqueça a proposta inicial da maioria das redes sociais , que é contar coisas sobre você mesmo. Se você for uma pessoa famosa, tudo bem. Mas se não for, então suas frivolidades e pequenezas não interessam a ninguém, apenas aos seus amigos muito chegados.

 

6. Cuidado com o narcisismo — É de mau gosto ficar retwitando exaltações à sua pessoa feitas por outros.

 

7. Cuidado com os mercenários — Não compre seguidores. Muitos desses que se vendem são safados. Angarie seguidores pela qualidade dos twits que você envia.

 

8. Dê mais do que recebe — Se você quer atrair a atenção de outros no ambiente on-line, prepare-se para exercitar sua generosidade, tomando a iniciativa de oferecer mais em vez de imediatamente querer coisas para si. A dica é conquistar o respeito de seus contatos graças à qualidade das informações que divulga. Não é possível começar a frequentar uma rede social e já querer ser um usuário famoso logo de cara. Tenha paciência, seja generoso e sua fama irá sendo construída aos poucos. Uma sugestão é adotar a seguinte regra: para cada twitada sobre coisas suas, twite 12 vezes sobre coisas dos outros.

 

9. Deixe espaço para retwits — No Twitter, evite escrever até perto do limite dos 140 caracteres, pois, caso contrário, outros não poderão retwitá-lo sem truncar seu post original. Lembre-se que retwitar alguém é uma das mais sinceras formas de elogio. Quem faz um retwit está apostando sua reputação ao reenviar uma dica de outra pessoa para seus seguidores. Assim sendo, lute por ser retwitado.

 

10. Encurte links — Não use links longos. Use encurtadores de links, que são grátis e fáceis de usar. O campeão disparado é o bit.ly.

 

11. Ghost-tweeters — Alguns internautas conseguem gente para lhes ajudar, enviando, em seu nome, twits ou posts em outras redes sociais. Tudo bem, mas tem que ser gente de confiança. E não os deixe responder às mensagens “@” ou às DM (direct messages) enviadas a você. Capriche você mesmo nessas respostas.

 

12. Linke — Se está mencionando alguém num blog, twit ou post no Facebook, inclua um link para essa pessoa. Além de ser gentil, isso acaba gerando reciprocidade do gesto.

 

13. Não dá para agradar a todos — Por isso, esteja preparado para receber feedback negativo sem perder a linha. Você tem que postar o que você quiser, sem se preocupar em ficar agradando aos outros. Pisar no calo de uns e outros faz parte da vida.

 

14. Não encha a paciência alheia — Ficar constantemente pedindo coisas para si é uma receita infalível de como afastar essas pessoas da sua esfera de influência. Autopromoção excessiva e solicitações de comentários ou de links para seu conteúdo são considerados de mau gosto e, muito em breve, lhe tornarão um chato on-line.

 

15. Não faça barulho demais — Twitar em excesso pode fazer com que deixem de lhe seguir.

 

16. Não force uma barra — Não pergunte às pessoas por que elas deixaram de seguir você. Não fique deprimido quando alguém lhe ignora, é a coisa mais normal do mundo. Os motivos do outro podem ser os mais diversos possíveis. Seus posts podem ser chatos. Ou então eles são ótimos, mas a pessoa notou que não está com tempo para lê-los, e, por isso, decidiu não segui-lo mais.

 

17. Não pise no pescoço alheio — Não é boa ideia tentar se promover às custas da desgraça alheia. Aliás, nem nas redes sociais nem no mundo real. Fazer inimigos nas redes sociais tem o mesmo efeito de fazê-los na vida comum. Semeie ventos e colha tempestades.

 

18. Não use seu teclado como uma arma — Alguns usuários sentam-se diante de seus computadores e são como que tomados por um espírito maligno e incivilizado. Eles escrevem coisas on-line para outras pessoas que jamais teriam coragem de falar cara-a-cara. Em geral são pessoas sem amigos no mundo real e que repetem atitudes antissociais nas redes on-line.

 

19. O crime não compensa — Em vez de tentar enganar o sistema, é mais garantido construir uma presença de sucesso nas redes sociais agindo da maneira certa. Ao repassar informações recebidas de alguém, não deixe de dar o devido crédito. À medida em que o número de seus seguidores aumentar, suas fontes, sabendo que sempre serão citadas, irão sentir-se mais motivadas a continuar lhe enviando novidades.

 

20.Pense duas vezes antes de “Enviar” — A palavra emitida é uma flecha desferida: não pode ser revertida. Muito embora tanto Twitter quanto Facebook tenham modos de remover um post, ele poderá já ter sido encaminhado a outros e, nesse caso, é virtualmente impossível eliminar um disparate, asneira ou impropriedade que já tenha sido disparada.

 

21. Poupe hashtags — No Twitter, não fique inventando a esmo hashtags, aquelas palavrinhas-chave precedidas de “#” que as pessoas incluem em seus twits para facilitar aos outros encontrar desdobramentos do tema. Twiteiros sem-noção são experts em inventar hashtags bobocas e que ninguém acompanha.

 

22. Prime pela qualidade, não pela quantidade — Não adianta seguir uma grande quantidade de pessoas só pelo número em si. Gente demais, em geral, gera lixo demais. Saiba selecionar quem está seguindo. E, ainda no quesito qualidade, procure estabelecer relações on-line que se transformem, mesmo que apenas um pouco, em relações off-line. Promova encontros em grupo. Aceite convites coletivos. É muito mais interessante trocar posts e mensagens com pessoas que você já conhece no mundo real.

 

23. Repita, mas sem exagero — Algumas redes sociais, como o Twitter, são essencialmente voláteis. É válido repetir seus twits pelo menos umas quatro vezes por dia. E faça-o em horários bem espaçados. Se um twit seu gerou 800 click-throughs, quatro twitadas gerarão 3.200. Sites como o da “CNN” repetem seus twits a cada hora, pois sabem que as pessoas não estão vendo seu canal no Twitter o dia inteiro.

 

24. Saiba ouvir, ou, no caso, ler — Vença o impulso de automaticamente contra-atacar quando alguém discorda de você num post, num comentário ou numa mensagem coletiva ou direta. Pare e pense no que a outra pessoa disse. E procure extrair algo de útil do que foi dito. Só depois de ter analisado da forma mais isenta possível, elabore sua resposta, mas nunca às pressas nem com o sangue quente.

 

25. Saiba perdoar — Nem todo mundo está lendo e absorvendo estas sugestões de etiqueta. Portanto, seja tolerante com deslizes alheios e, se houver espaço e oportunidade para tal, dê um toque elegante nesse alguém que esteja agindo de maneira inadequada.

 

26. Seguindo e sendo seguido — Não conte para todo mundo que você deixou de seguir alguém. As pessoas não estão nem aí para isso. Pense nas redes sociais como uma TV. Se não gostou do programa, simplesmente mude de canal. Além disso, quem alardeia que deixou de seguir este ou aquela pessoa pode sem querer estar induzindo gente a seguir a tal figura só para saber de quem se trata. Outra coisa: seguir ou ser seguido pela competição está valendo, não mal algum nisso.

 

27.Seja ético — Se alguém lhe oferecer dinheiro para postar sobre um serviço ou produto que não vá contra seus princípios, então aceite. Não é crime algum usar seu nome para dar uma força a um “cliente”. Mas deixe bem claro que é um post patrocinado.

 

28. Seja gentil — É claro que nem sempre é possível ser gentil o tempo todo com todo mundo. Mas tente. Abre muitas portas.

 

29. Seja humilde — Não se meta a gostosão se ainda é um “sub-100”, ou seja, se só está numa rede social há menos de cem dias, ou possui menos de cem seguidores, ou segue menos de cem pessoas ou postou menos de cem vezes. Indivíduos “sub-100” não têm direito de dar pitaco ou de dizer como os outros devem twitar.

 

30. Seja livre — Não existe certo e errado nas redes sociais. O que existe de verdade é o que funciona e o que não funciona para você. Um site de rede social é uma plataforma, faça com ela o que quiser, e não saia dizendo aos outros o que fazer, a menos que você seja genuinamente um guru, que é algo que leva tempo.

 

31. Seja responsável — A internet proporciona um relativo anonimato que às vezes motiva as pessoas a dizer qualquer coisa que lhes venha à mente, sem pensar nas consequências. Esteja consciente de que toda causa gera um efeito e, portanto, assuma a responsabilidade por suas atitudes on-line. Isso conquistará ainda mais o respeito de seus contatos, concordem eles ou não com você.

 

32.Valorize a rede — A dica para obter boas conexões nas redes sociais é repassar informações que tornem a comunidade mais rica. Nada de postar frivolidades ou bobagens, ou de ficar constantemente se autopromovendo ou puxando a brasa para a sua empresa ou instituição. Isso só irá angariar antipatia.

 

Enviado por Carlos Alberto Teixeira -  O Globo

http://oglobo.globo.com/blogs/cat/

 

Beijos e até a próxima!!

“Este é um guest post de Michele Diniz - www.michellediniz.com

 


 

Veja Também